01:17

Enquanto eu chego, você sai
Se eu subo, você desce
Tudo ao contrário e ninguém reparou.





Mas tem dia...

poema

Segredo

23:25

Já esperava
Que um dia qualquer
Viesse no meu ouvido
Dizer que por um doce
Livrava-me de sua ira
Que fosse um beijo
Tanto faria

E foi ontem mesmo
Que veio dizer
No pé, na orelha (no pé da orelha)
Que me amava
E quase sem poder explicar
Disse o resto com o olhar
Deixando pra mim o nada
E falou: sabe o que é? não sei
Sabe sim!
Deixeu saber o que passa
Por trás desses seus cachos
Louros, dourados
Quero me encontrar
Com essa felicidade
De conhecer e amar
Uma parte de mim que eu desconheço.

Isabella Mariano

Blog com conteúdo autoral da escritora Isabella Mariano.

Conheça meus livros!

Saiba mais clicando aqui.